O tempo que contra tudo investe

Sábio Ovídio, poeta laureado,
é a verdade pura o que tu disseste!
Mais veloz foge que o vento apressado
o tempo que contra tudo investe.

Oh! Onde estarão as antigas taças
cheias do dulcíssimo mel divino,
toda a disputa, a paz e a bela graça
dos mais corados lábios femininos?

Crescem as vinhas, vagarosamente,
assim como a menina também cresce;
e o poeta, preso à sua própria mente,
tão sedento pela vida envelhece.

De que importa uma obra que seja eterna
se não mais for permitido o prazer
dos amores das filhas dessa terra
e do mais puro vinho se beber?


Livremente traduzido e adaptado de poema anônimo medieval.

Um comentário em “O tempo que contra tudo investe

  1. Pingback: Sob o signo de Pã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s